8 comentários:
De Anónimo a 26 de Julho de 2004 às 06:28
Por acaso, tinha ideia que o Carlos Paredes já tinha falecido no ano passado vítima de doença prolongada; não sei de onde veio a confusão. Deixou a sua marca na nossa cultura e na nossa arte. É uma referência para qualquer músico seja de que estilo musical fôr. Foi um dos grandes virtuosos da guitarra (neste caso a Portuguesa).jesusrocks
(http://jesusrocks.blogs.sapo.pt)
(mailto:jesusrocksAPAGAR@sapo.pt)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 18:21
não é só representante de uma época. é também de uma nacionalidade. é dos que nos fazem ter orgulho em ser português.. nesta ou em qualquer outra época.PEdro
(http://alienigenadesenfreado.blogspot.com)
(mailto:pedroalien@sapo.pt)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 17:20
A musica é interna.Maria Papoila
(http://panquecas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:mariapapoila36@sapo.pt)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 10:59
Mias pobres pela perca fisica de Carlos Paredes, mas ricos na obra deixada... Continuará vivo em nós!Maria Branco
(http://cumplicidadespartilhadas.blogspot.com)
(mailto:branco_maria@hotmail.com)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 10:57
Que raio de altura esta!É a Sophia,é o Carlos,parece que seguem uns atrás dos outros.Contentemo-nos então com a obra magnífica que nos deixaram,podemos sempre recordar...Beiinhos***pekala
(http://neurotic.blogs.sapo.pt)
(mailto:pekala@sapo.pt)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 05:04
So coimbra?
Perdeu Portugal... Perdeu o mundo... Nc conseguiremos ter alguem como o Carlos Paredes novamente...Bruno
(http://seraoamorimpossivel.blogs.sapo.pt)
(mailto:04306@ipam.pt)
De Anónimo a 25 de Julho de 2004 às 04:54
ñ entendi direito o q vc quis dizer...Gleice Lúcia
</a>
(mailto:glcml@ubbi.com.br)
De Anónimo a 24 de Julho de 2004 às 17:57
Ficou mais pobre Coimbra, ficou também a música e a guitarra portuguesa, ficámos nós todos. Os grandes artistas vivem para sempre através da sua obra.Cleópatra
</a>
(mailto:eu@aqui.pt)

digam coisas