.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Domingo, 1 de Maio de 2005

Love is in the air

Curia.jpg



                                                     Urgentemente

                                          É urgente o Amor,
                                          É urgente um barco no mar.

                                          É urgente destruir certas palavras
                                          ódio, solidão e crueldade,
                                          alguns lamentos,
                                          muitas espadas.

                                          É urgente inventar alegria,
                                          multiplicar os beijos, as searas,
                                          é urgente descobrir rosas e rios
                                          e manhãs claras.

                                          Cai o silêncio nos ombros,
                                          e a luz impura até doer.
                                          É urgente o amor,
                                          É urgente permanecer.

                                                                            Eugénio de Andrade


 


Obs.: Isto é o resultado do ambiente romântico que vivi no casamento a que hoje fui...



Malu às 00:55
link do post | Digam coisas | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 28 de Maio de 2005 às 18:33
A Andreia alertou-me para o teu post e também gostei de ver que assinalaste a tua vida com o nosso momento... acrescento ao poema... é urgente o amor... e para que ele sobreviva... é imprescindível a amizade... Obrigado...Pedro Corrêa
</a>
(mailto:pedrocorrea@iol.pt)
De Anónimo a 28 de Maio de 2005 às 18:27
Vim fazer a visitinha do costume... passo muitas vezes por aqui e fico sempre a saber coisas da tua vida... Parei logo na imagem da Curia, na data, no poema, no comentário... ainda bem que estiveste lá!Andreia R.
</a>
(mailto:andreiarasga@hotmail.com)
De Anónimo a 2 de Maio de 2005 às 11:52
Ai,ai...que românticas que estamos;)pekala
</a>
(mailto:pekala@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Maio de 2005 às 19:29
Adoro este poema, adorei conhecer o teu blog. Eugénio Andrade tem três poemas que estão definitivamente na galeria dos meus favoritos e este é um deles. É mesmo urgente o amor. Voltarei aqui para ler com mais calma muito mais deste blog. Beijosecret
(http://dedentrodemim.blogspot.com)
(mailto:secretblog@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Maio de 2005 às 01:09
Este poema é lindo!! Tb já o Postei.
Sim é URGENTE o AMOR!!!! Espero que tenhas encontrado a tua toillet;)
Beijokas e bom domingo*Charlotte
(http://jardimdinverno.blogs.sapo.pt)
(mailto:charlotte-mail@hotmail.com)

digam coisas