.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Sexta-feira, 6 de Maio de 2005

HQL

Ficus e Amores


Eis a Figueira Australiana e as suas imponentes raízes que faz as delicias de quem passeia pelo Jardim Botânico da Quinta das Lágrimas.Ao fundo, à direita pode-se ver a Fonte dos Amores, de onde sai um cano estreito, que vai terminar a uma centena de metros do Convento se Santa Clara. Seriam as águas que brotam da Fonte dos Amores para este cano que serviriam de transporte para as cartas de amor de Pedro para Inês. Diz a lenda que o príncipe as colocava em barquinhos de madeira que, seguindo a corrente, iriam até às mãos delicadas de Inês.


Para quem não sabe, a principal lenda que gira à volta da Quinta é a história de Pedro e Inês. Pedro era o herdeiro presuntivo do trono ocupado por seu pai, o Rei Dom Afonso IV. Inês era uma dama galega, filha bastarda de Pedro Fernandez de Castro, um dos homens mais poderosos de Espanha e que por sua vez era neto de Sancho IV, Rei de Castela, como também o era Dom Pedro, o que torna Pedro e Inês primos. Também Dona Constança, esposa de Dom Pedro e futura Rainha de Portugal, era prima de Inês.


Terá sido nas matas das Lágrimas que Inês foi assassinada pelos três validos de Afonso IV. Reza a lenda que esta se encontrava "posta em sossego", quando de repente se viu abordada pelos três homens, que a esfaquearam até à morte. Terão sido as lágrimas que Inês então chorou que fizeram nascer a Fonte das Lágrimas, onde o sangue que do seu corpo saiu ainda hoje está gravado na rocha, onde permanecerá para sempre.


 


                                                 « As filhas do Mondego, a morte escura
                                                           Longo tempo chorando memoraram
                                                           E por memória eterna em fonte pura
                                                           As Lágrimas choradas transformaram
                                                           O nome lhe puseram que ainda dura
                                                           Dos amores de Inês que ali passaram
                                                           Vede que fresca fonte rega as flores
                                                           Que as Lágrimas são água e o nome amores
»


                                       


                                                  Canto III, estrofe 135, Os Lusíadas

Malu às 11:51
link do post | Digam coisas | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 12 de Maio de 2005 às 11:55
Comecei ontem a ler um livro (Inês de Castro) sobre a história de Pedro e Inês, que comprei aí em Coimbra na feira do livro!saltapocinhas
</a>
(mailto:mapsl@sapo.pt)
De Anónimo a 7 de Maio de 2005 às 23:25
Post lindíssimo! É bom lembrar esta lenda que deve mesmo ter um fundo de verdade ... os amores de Pedro e Inês! Um beijo e bom fim de semana.Pink
(http://shrineofhypnos.blogspot.com/)
(mailto:the_pink_lady@sapo.pt)
De Anónimo a 7 de Maio de 2005 às 00:17
Desde que arranjou uma máquina nova não quer outra coisa....;)pekala
(http://neurotic.blogs.sapo.pt)
(mailto:pekala@sapo.pt)
De Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 18:01
Já estive nesse jardim faz alguns anos e tenho que voltar um dia; pq é lindíssimo! Se moras perto dele és uma felizarda em puder passear por um jardim com tanto significado!
Boas Fotos Malu;)
Bjs*
Charlottte
(http://jardimdinverno.blogs.sapo.pt)
(mailto:charlotte-mail@hotmail.com)
De Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 14:46
Bazona.....jeitosa.....és tudo de bom carinho!J.J
</a>
(mailto:jj-kiss@sapo.pt)
De Anónimo a 6 de Maio de 2005 às 14:28

Pois é pessoal....não sei se todos sabem mas esta menina vale ouro...é impressionante....tenho o previlégio de a ter komo chefe....e jé toparam o jeitinho k tem para a eskrita??!!! um sonho de mulher...agopra vou fumar um cigarrito kom ela....k maravilha....aguardo este momento diariamente, anciosamente...a sério, a minha opinião é parcial mas......ESTA MULHER É A MAIOR!!!!!;)Marlene
</a>
(mailto:arianamar@sapo.pt)

digam coisas