.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Sábado, 18 de Fevereiro de 2006

"Ohomem não nasceu para trabalhar mas para criar"

agostinho_da_silva.jpg


A propósito do centenário do nascimento de Agostinho da Silva, a RTP tem emitido uma série de documentários e entrevistas com este filosofo, que é indubitavelmente um marco da cultura portuguesa.


Serão ainda lançados cinco DVDs, contendo as «Conversas Vadias» (RTP), e um filme-documentário, «Agostinho da Silva – Um Pensamento Vivo».


 


“Agostinho da Silva é dos mais paradoxais pensadores portugueses do séulo XX. O tema mais candente da sua obra foi a cultura de língua portuguesa, num fraternal abraço ao Brasil e aos países lusófonos. Todavia, a questão das filosofias nacionais não é para si decisiva, parecendo-lhe antes uma questão académica: «Não sei se há filosofias nacionais, e não sei se os filósofos, exactamente porque reflectem sobre o geral, se não internacionalizam desde logo».”


 


Mais no site do Instituto Camões


 

Malu às 13:05
link do post | Digam coisas | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2006 às 14:05
Só é pena as pessoas só se lembrarem nestas alturas,temos a livraria completamente atravancada de Agostinho da Silva,todas as editoras ansiosas pra ver quem ganha mais com o gajo,é sempre a mesma história...mas enfim,antes agora do que nunca!beijinhos***pekala
</a>
(mailto:pekala@sapo.pt)

digam coisas