.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2005

...

YES!!


 


O código do meu template está em observações lá para os lados de Faro, nas mãos do Pedro!


Parece que está cheinho de erros, próprios de quem como eu gosta de inventar!


Em breve terei uma página blog a abrir rapidamente e correctissima.


E ‘bora lá a comentar, só faltam 4 para os 1000!!


 

Sábado, 22 de Janeiro de 2005

...

Ainda a propósito do new lock do meu blog.


Se querem que vos diga, não está nada como eu queria, mas as minhas apetências para html são baixas, pelo que fico limitada ao pouco que sei!


Se alguém se disposer a dar uma olhadela no meu santo código eu agradeço!! Alguém que entenda mais disto do que eu, claro!


Togotogo: Esse detalhe técnico... eu uso o internet explorer, eu e mais 500 mil pessoas!


Pekala: Verão, Verão, sim, sim!


Grilinha: Estou a ver se consigo dar os tais retoques!


JesusRocks: Um laranja menos laranja, fica doentio, já experimentei...


Formiguinha: Pois demora, são os tais pormenores que não consigo resolver mulher!


Catarina: Alto, que eu não me identifico com os laranjas!


Sónia Joana: Já tinha notado a tua ausência!


Paula: Obrigada pela tua visita e volta sempre!


 

Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005

...

ate no brasil.JPG



Isto é realmente incrível!!

Sexta-feira, 14 de Janeiro de 2005

...

Apeteceu-me mudar...


O que é que acham? Um bocado cor de laranja a mais, não?


Presisava mesmo de mudar de ares...!


 

Terça-feira, 11 de Janeiro de 2005

...

                                       Era uma vez um Tsunami


 


Eu não queria falar sobre a tragédia do Tsunami…


Primeiro, porque simplesmente não me apetece falar de coisas tristes e depois porque temos sido bombardeados com informação acerca deste caso pela comunicação social desde 26 de Dezembro.


O que é interessante (sem ter graça alguma) é que esta é a  mais (bem) documentada de todas as tragédias mundiais. Todos os dias vemos imagens novas e inéditas...


É incrível a dimensão do caos.


Os países afectados, países de terceiro mundo, a maior parte vivendo basicamente do turismo, têm naturalmente dívidas externas.


O G7 - o grupo das nações mais industrializadas do mundo - congelou as dívidas dos países afectados pelo Tsunami.


A dívida externa dos países afectados ascende a cerca de 272 mil milhões de dólares no total.


A moratória será implementada durante um ano e significa um congelamento e não o cancelamento das dívidas. No entanto, o Reino Unido sugeriu uma restruturação do sistema de dívidas o que poderá levar a uma erradicação a longo prazo dos pagamentos, nos casos de alguns países.


E pensar que ouvi há uns dias atrás, que talvez só daqui a 10 anos estes países afectados, estajam refeitos da tragédia.


Um ano de congelamento?


Valha-me um burro.

Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

...

ic.jpg


Para quem não sabe, faz hoje 650 anos que Inês de Castro foi morta.


Aconteceu em 1355, a 7 de Janeiro, com o consentimento d’el-Rei D. Afonso IV, nos paços de Santa Clara (Coimbra) Diogo Lopes Pacheco, Pedro Coelho e Álvaro Gonçalves degolam Inês de Castro e geram a revolta de D. Pedro contra o pai.


Para assinalar este acontecimento foi feita uma larga programação cultural à volta da rainha que foi coroada depois de morta. Os amores, a paixão de D. Pedro e de D. Inês, despertaram um conjunto de instituições que se uniram para fazer de 2005 o Ano Inesiano da Cultura.


 


“As filhas do Mondego a morte escura 
Longo tempo chorando memoraram, 
E, por memória eterna, em fonte pura 
As lágrimas choradas transformaram. 
O nome lhe puseram, que inda dura, 
Dos amores de Inês, que ali passaram. 
Vede que fresca fonte rega as flores, 
Que lágrimas são a água e o nome Amores.”


                               


                                                 Os Lusiadas


 


A razão deste post, é que eu tenho o prazer de trabalhar no sitio onde Inês foi morta e portanto nada melhor do que assinalar este momento, assim, desta maneira!


 

Terça-feira, 4 de Janeiro de 2005

...

atchim.bmp


Nada melhor que começar o ano com uma valente gripe....


Aaaaatchimmmm! (desculpem!)

Sábado, 1 de Janeiro de 2005

...

bom ano.jpg