.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Quinta-feira, 12 de Outubro de 2006

Para a próxima será Kundera!

Sempre pensei que fosse o Milan Kundera, mas este ano o Prémio Nobel da Literatura foi atribuído ao escritor turco Orhan Pamuk, de 54 anos, segundo acabou de anunciar a Real Academia Sueca. (12-10-2006 12:02:51 )

 

O testamento de Alfred Nobel

"Todo o meu patrimônio deverá ser tratado da seguinte maneira. O capital será investido pêlos meus executores em títulos seguros e deverá constituir um fundo, a participação onde deverá ser distribuído anualmente em forma de prêmio para aqueles que, durante o precedente ano, deverá ter conferido o grande benefício para a humanidade.

A dita participação deverá ser dividida em cinco partes iguais, onde deverá ser aplicado como se segue: uma parte para a pessoa que deverá ter feito a mais importante descoberta ou invenção no campo da física; uma parte para a pessoa que deverá ter feito a mais importante descoberta química ou aperfeiçoamento; uma parte para a pessoa que deverá ter feito a mais importante descoberta no domínio da fisiologia ou medicina; uma parte para a pessoa que deverá ter produzido no campo da literatura o mais impressionante trabalho de uma tendência idealista; e uma parte para a pessoa que deverá ter feito mais ou melhor trabalho para a fraternidade entre as nações, para a abolição ou redução de exércitos permanentes e para conservação e estímulos de congressos de paz.

O prêmio para físicos e químicos deverá ser entregado pela Swedish Academy of Sciences; o de fisiologia ou trabalhos médicos pelo Caroline Institute em Estocolmo; o de literatura pela Academy em Estocolmo; e para os campeões da paz por um comitê de cinco pessoas ainda para ser eleito pela Norwegian Storting. É o meu desejo expresso que quando entregue os prêmios nenhuma consideração deverá ser feita para a nacionalidade dos candidatos, para que o mais qualificado deverá receber o prêmio, seja ele escandinavo ou não."

- Paris, novembro 27, 1895

-Alfred Bernard Nobel

Malu às 12:57
link do post | Digam coisas | favorito
|
2 comentários:
De Chussa a 13 de Outubro de 2006 às 18:19
Alfred Nobel era cá dos meus!!! Também era engenheiro químico!!! E gostava de explodir com coisas... (inventor da dinamite)
Bom fim-de-semana! Descansa... Vai para um spa (piada), ou assim!!! eheh
De Senhora das Águas a 14 de Outubro de 2006 às 11:18
Bom dia, Malu, aqui esta uma boa ideiapara um texto. Temos de dar a conhecer o que de melhor a arte nos dá. Vim informar te de um novo espaço cultural, ainda em fase experimental. Espero que gostes e até, que possas contribuir, através do meu mail. Obrigada.

digam coisas