.Outras Coisas & Loisas

.Arquivo de Coisas

. Maio 2007

. Abril 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

Domingo, 18 de Abril de 2004

Minuciosa formiga

Para a Amiga Malu aqui deixo um poema todo ele a propósito...
Digam lá se não é?

Minuciosa formiga
Não tem que se lhe diga:
Leva a sua palhinha
Asinha, asinha.

Assim devera ser eu
E não esta cigarra
Que se põe a cantar
E me deita a perder.

Assim devera eu ser:
De patinhas no chão,
Formiguinha ao trabalho
E ao tostão.

Assim devera eu ser
Se não fora não querer.

(Alexandre O'Neill)
Malu às 23:30
link do post | Digam coisas | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 20 de Abril de 2004 às 23:55
Lindo Poema.
Que bom encontrar entre outros temas também poesia no vosso blog.
Que bom também terem republicado, assim tive hipótese de o ler.
Beijinho e parabens pelo blogAlma de Poeta
(http://almadepoeta.blogspot.com)
(mailto:Mulher_Mariense@sapo.pt)
De Anónimo a 19 de Abril de 2004 às 12:10
Fantástico!Adorei, Obrigada!Malu
(http://www.tintaspermanentes.blogs.sapo.pt)
(mailto:noquinhas79@mail.pt)

digam coisas